terça-feira, 17 de julho de 2012

Dicas para superar o bloqueio na hora de escrever



shutterstock_714259

Para quem lê nossas matérias e nossos posts aqui no blog, pode parecer fácil escrever, afinal nossa profissão demanda isso. Mas nem sempre é simples produzir textos – vocês ficariam impressionados com o tempo que demorei para escrever este post. A questão é que nós precisamos colocar os dedos no teclado em algum momento.
E essa mesma dificuldade acomete empreendedores que, mesmo com os mais diversos negócios, precisam se deparar com uma página em branco para começar o feito quase homérico de preenchê-la com palavras, seja em um discurso, uma carta de agradecimento, um relatório ou uma apresentação de PowerPoint.
Mandy Boyle, SEO da Solid Cactus, empresa americana que oferece soluções para e-commerce, já passou por esta situação diversas vezes, e resolveu listar algumas dicas que podem ajudar a superar um bloqueio criativo na hora de escrever:
1) Escreva qualquer outra coisa: você precisa escrever um relatório, um discurso ou uma grande carta de agradecimento? Comece escrevendo qualquer outra coisa. Em vez de se forçar por horas a fio a tentar produzir algo sem sucesso, escreva algo completamente diferente, como um poema, um conto, talvez um post do seu blog. Mandy afirma que isso sempre acaba fazendo com que sua criatividade comece a “pegar no tranco”. Depois é só voltar para o seu trabalho original com um pouco mais de energia.
2) Divida o trabalho em partes: não consegue começar o texto? Quebre a ideia do seu trabalho em partes e as vá completando à medida que encontrar as palavras e o raciocínio correto. Mandy garante que o tempo gasto será bem menor.
3) Leia algo: você já deve ter escutado que bons escritores são pessoas que lêem bastante. Ler algo no momento que você não consegue escrever pode ajudar a superar a fadiga criativa.
4) Faça perguntas: com a crescente popularidade das redes sociais, nunca foi tão fácil pedir ajuda para um bloqueio na hora de escrever. Basta fazer perguntas para seus seguidores no Twitter, ou amigos no Facebook, que ajudem a encontrar a estrutura do seu texto. Com certeza várias dessas pessoas poderão lhe ajudar com algumas respostas.
Para conhecer mais algumas dicas, clique aqui (em inglês).